83 9444.8573 81 9899.5411

Dr. Nêuton Magalhães

Menu

O tratamento adequado para processos dolorosos tem como pilar o diagnóstico das causas que provocam o seu aparecimento, com base em um exame clínico e em exames complementares.

Em casos de dor aguda, a remoção da causa e o uso de determinados procedimentos podem ser suficientes para melhorar a vida do paciente.

Já em casos de dor crônica, o tratamento é mais complexo e prolongado, demandando avaliação por especialistas de várias áreas para alcançar o alívio da dor.

Diversos métodos de tratamento para a dor podem ser utilizados de maneira conjunta, de acordo com a necessidade do caso do paciente.

Tratamento medicamentoso

A medicação deve ser usada de acordo com a orientação médica e deve consistir na administração por via oral, injetável ou outra mais adequada, de produtos como analgésicos e anti-inflamatórios para combater dores e inflamações nos tecidos ou órgãos. Produtos adjuvantes, como auxiliares dos analgésicos, também podem ser administrados, aumentando eficiência, o alívio da dor, melhorando o apetite, o humor e a parte emocional. Os seguintes remédios podem ser utilizados:

  • Antidepressivos, para melhorar o sono, humor e apetite;
  • Neurolépticos, para aliviar e diminuir a ansiedade gerada pela dor;
  • Corticosteróides, para reduzir o inchaço e a inflamação local, aumentar o ânimo e apetite.

Em outras situações também podem ser administrados os anticonvulsivantes, relaxantes musculares e outros tranqüilizantes.

Tratamentos Auxiliares:

Além de remédios, alguns recursos podem auxiliar no controle da dor, como a fisioterapia, a acupuntura e a psicologia. Além de aliviar a dor, esses recursos também apresentam pouco ou nenhum efeito colateral e podem até diminuir a necessidade de analgésicos.

FISIOTERAPIA:

A fisioterapia é uma espécie de tratamento que auxilia na melhora da dor e da função das estruturas que foram comprometidas pelo processo doloroso. Entre os recursos empregados estão as massagens, exercícios e aparelhos.

Termoterapia: O uso de calor superficial proporciona o bem-estar e facilita a execução dos exercícios, mas também é utilizada na aplicação de calor profundo. Podem ser utilizados elementos como bolsas térmicas, banhos de parafina, infravermelho, turbilhão e hidromassagem, além de ultrassom e microondas.

Crioterapia: O frio também é utilizado para aliviar a dor, notadamente a dor aguda. Entre os recursos usados estão gelo, bolsa com agentes frios e aerossóis refrescantes. Outro elemento utilizado são os banhos de contraste, em que se alternam o calor e o frio, em que há uma imersão de parte do corpo em recipientes alternados com água quente (43º C) e fria (16º C).

Eletroterapia: O estímulo elétrico ou choques leves nos músculos servem para aliviar a dor e diminuir a atrofia muscular. São utilizadas correntes alternadas e o TENS (estimulação nervosa elétrica transcutânea), através de corrente galvânica ou contínua.

Massagens: Servem para estimular o relaxamento e melhoria da circulação dos tecidos massageados, provocando melhora da dor, e pode facilitar a realização de mobilização e tratar dores musculares e fibromialgia. Pode ser feita pelo terapeuta, pelo próprio paciente ou seus familiares. Não fortalecem os músculos e, portanto, não substituem os exercícios.

Cinestesioterapia: Com a instrução de um fisioterapeuta, são realizados, de forma contínua, uma série de movimentos para manutenção do alívio da dor.

Acupuntura: Com a introdução de agulhas especiais em pontos específicos é realizado um efeito estímulo das estruturas da pele, subcutâneo e músculos adjacentes, ocasionando um relaxamento muscular e anti-inflamatório, melhorando a maioria dos tipos de dor, notadamente as decorrentes de estiramentos musculares, entorses, tendinites e bursites. Além do agulhamento, na eletroacupuntura é feita uma estimulação elétrica.

Psicologia: A psicologia estimula o paciente a desenvolver novos hábitos que o ajudam a enfrentar, de forma mais positiva, a dor e suas manifestações. A hipnose pode fornecer um alívio imediato, mas um tratamento psicoterápico completo auxilia no tratamento da dor.

Órteses: São dispositivos confeccionados sob medida usando materiais como tecido, neoprene ou material plástico especial. São úteis para imobilizar estruturas do corpo específicas, prevenir e minimizar alteração em estruturas comprometidas e na correção de posturas anormais. Nelas, também estão incluídas as faixas elásticas, luvas e meias elásticas compressivas.

Outros recursos terapêuticos

Nos dias de hoje, não podemos mais dizer que a reabilitação apenas nos limites do ser biológico. O caminho da verdadeira recuperação é a busca ao entendimento da natureza humana.

A arte pode ser um meio auxiliar para combater a dor e alcançar melhorias. Através da arte, as pessoas conseguem enfrentar com mais facilidade a dor, trazendo uma atividade prazerosa e evitando o isolamento social. Através dela é possível tratar a dor, prevenir, reestruturar e reabilitar.